Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

A cultura viva expressa na festa dos lambe-sujos x Caboclinhos em Laranjeiras-SE

Posted in Uncategorized by micheletavares on 14/12/2010

Marcelo Uchoa • Aracaju, SE 05/10/2006

 

Por: Jabson Silva de Souza

 

No município de Laranjeiras, uma vez por ano, na primeira semana de outubro, trabalhadores, estudantes e turistas se transformam em reis e rainhas e protagonizam momentos de êxtase onde opera a alegria, e a cultura é expressa na sua forma mais viva e pura por toda a cidade, envolvendo nesse festejo moradores e turistas de todo o Brasil e do mundo.

 O início da festa se dá cerimonialmente na madrugada do sábado, com a ida de um negro e um índio à feira para arrecadar os mantimentos para a realização da tradicional feijoada, isso em um primeiro momento. Hoje a festa é tamanha que envolve todas as cidades vizinhas como Riachuelo, Areia Branca e Nossa Senhora do Socorro. Com obrigação de trazer ingredientes para a famosa feijoada, os lambe-sujos (negro ou qualquer pessoa tinjida com uma mistura de cabaú retirado da cana-de-acucar com verniz) percorrem todas essas cidades pedindo mantimentos a todos que eles encontram pela frente, ameaçando melar a quem não queira contribuir com algo para o seu sucesso diante do chefe.

Na madrugada do domingo, às 4h inicia a alvorada de foguetes de artifício e o primeiro encontro do grupo dos negros, os lambe – sujos na casa do rei Zé Rolinha (José Ronaldo de Menezes). O maracatu começa aos poucos, na mesma medida que a cidade acorda e que seus visitantes chegam. Nas primeiras horas da manhã, também os caboclinhos começam o seu ritual. Em um determinado momento da festa os negros tentam roubar a rainha dos caboclinhos, mas são presos e levados de porta em porta pelos guerreiros que os capturaram, para que paguem

foto retirada do site da cidade de Laranjeiras, 14/12/2010

pela sua liberdade. À tarde, há uma tradicional batalha pela libertação da rainha, tendo a vitória, os caboclinhos. O grupo musical que acompanha o folguedo é composto por ganzás, pandeiros, cuícas, tambores e reco-recos.

Na festa do Lambe – Sujo, além da música e cantos, a cultura também é contada através dos trajes dos personagens do festejo. Os negros usam calção vermelho, na cabeça uma espécie de capacete, ou gorita, pés descalços e, como arma, uma foice de madeira. O rei usa calça vermelha, camisa de manga comprida e colete. A princesa traja um vestido de sirê, mangas curtas e diadema de papelão. Mãe Suzana usa bata vermelha com retalhos variados, lenço na cabeça e um cesto de palha cheio de latas velhas e objetos imprestáveis. Os caboclinhos usam traje convencional de índio, saiote e cocar de penas.

“O lambe – sujo representa as perseguições e batalhas entre negros escravos e índios domesticados pelos senhores de engenhos no período do Brasil colonial. Este é um dos melhores folguedos existentes no nordeste brasileiro, já reconhecido pelo Ministério da Cultura. Esta festa reúne centenas de pessoas, que têm interesse em conhecer as manifestações populares. Por esse motivo, não podemos deixar a história dos lambe – sujos e caboclinhos acabar. Isso é a preservação da história do Brasil, que Laranjeiras lembra todos os anos no segundo domingo do mês de outubro, há cem anos”, afirmou Zé Rolinha.  Toda essa festa conta a história dos escravos africanos e como suas fugas e artifícios confundiam os capitães-do-mato. O próprio termo “Lambe Sujo” vem da camuflagem que os escravos aplicavam sobre o corpo para facilitar sua fuga. A luta entre estes e os índios, devido à instalação dos quilombos em territórios dos “caboclinhos”, e o conflito são encenados durante as festividades.

video retirado do youtube em 14/12/2010

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: