Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

Dilma, “A chefe da Casa”.

Posted in Perfil by micheletavares on 10/06/2009

Por Bárbara Juliana e Pedro Ivo

Dilma, “A Chefe da Casa”
 

A chefe do Ministério, Dilma Roussef: Militante na década de 1960, Pré-candidata à Presidência em 2010, então apoiada pelo Presidente Lula, e, o Câncer, que pôs em questão suas condições físicas para disputar as eleições do próximo ano.

 

A mulher mais poderosa do Planalto, é ministra-Chefe dos 34 Ministros do Governo Lula. Ela tem o poder de decidir a nomeação de centenas de diretores de estatais, ministrar atritos e, decisões da Casa Civil. Gerente do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que visa o crescimento econômico do Brasil, Dilma Rousseff é quem melhor ocupa esse cargo, segundo o Presidente Lula, pois, o sistema econômico do Brasil vai muito bem, obrigado. A ministra é o braço direito do Presidente e aposta para a sucessão no Planalto.
O maior escândalo na administração Dilma, foi a publicação de uma reportagem da revista Veja, que revelou a existência de um Dossiê montado pelo Palácio do Planalto que detalhava gastos da família de Fernando Henrique Cardoso. A matéria afirmou que os documentos estavam sendo usados para intimidar a oposição na CPI dos Cartões Corporativos, que resultou no afastamento da Secretária-Executiva da Casa Civil Erenice Alves Guerra, sob a acusação de ter dado a ordem para a organização do dossiê.
Em maio de 2008, na audiência da Comissão de Infra-Estrutura do Senado Federal, o Senador José Agripino Maia (Dem/RN), a chamou de” mentirosa”, e insinuou que, quem mentiu na Ditadura poderia também, estar mentindo sobre o vazamento de informações para o dossiê. Como resposta Dilma falou da impressão da repressão militar nos anos 1960:
“Eu fui barbaramente torturada senador. Qualquer pessoa que ousar falar a verdade pra os torturadores, entrega seus iguais. Eu me orgulho muito, de ter mentido na tortura senador”.
Dilma Rousseff é mineira de Uberaba, formada em Economia Política, e aos 61 anos, é a mulher de maior influência e poder do Governo Lula. Segundo relatos de colegas de faculdade, Dilma era uma mocinha tímida, estudiosa que usava calça jeans e camiseta branca.
Foi expulsa da faculdade de economia em Belo Horizonte, devido ao decreto do AI5, que proibia estudantes de voltar a estudar durante três anos. Dilma já fazia parte da luta armada (grupo de estudantes que resistiam à repressão militar na década de 70. Estela, Luíza e Vanda, foram alguns dos codinomes que a estudante usou
As Mudanças
Dezembro do ano passado, Dilma se submeteu a uma Bioplastia no rosto, tipo de cirurgia plástica sem cortes. A mudança não foi radical, mas visível : aparência séria foi modificada, com suavização das marcas de expressão dos olhos e boca, o cabelo ganhou uma cor nova e corte moderno, além dos óculos, lente de contato. Visando a eleição de 2010, a aparência da ministra é de grande importância deixando aquela expressão severa por um rosto mais sereno.
Levando em conta as eleições de 2010, as mudanças na vida de Dilma Rousseff não foram apenas ao visual. No primeiro semestre de 2009, 26 de abril ,a candidata descobriu por exames de rotina, que tinha um câncer no sistema linfático, um Linfoma, no qual, ela vai se submeter a quatro seções de quimioterapia. Os médicos afirmaram que o câncer tem 90% de chance de cura.
As eventuais mudanças agora são: Dilma antes e depois da doença. Será que a doença da ministra irá influir nas pesquisas eleitorais? Será que o Linfoma humanizou a figura da Dama de Ferro? As últimas pesquisas mostram que Dilma está a 25 pontos atrás do tucano José Serra (PSDB).
“Eu acho de muito mau gosto misturar uma doença, que hoje é curável, com questões políticas. A própria população vai entender que isso não é adequado”, declarou Dilma a jornalistas. Disse ainda, que o câncer é uma doença “chatérrima”, mas que não está sentenciada.
Mesmo como “preferida” do Presidente Lula, Dilma ainda não é a preferida do povo. É uma personalidade política recente, mas, uma coisa são pesquisas antes das disputas eleitorais de fato, outra é durante a campanha- muitas águas hão de rolar ainda.
Dilma Roussef assumiu o cargo de Chefe da Casa Civil em 21 de junho de 2005, precedida por José Dirceu, que foi afastado do cargo depois do caso “Mensalão”.
Desde então, essa mulher durona e exigente com horários, está ainda mais presente no cenário político brasileiro. Reconhecida como uma pessoa séria e de poder.
O Presidente lula disse que o País está preparado para uma mulher na presidência, depois de ele ter sido o primeiro líder brasileiro proveniente da classe trabalhadora, e aposta num gerenciamento feminino. Assim como Barack Obama nos EUA, primeiro presidente Negro da América.
Obama lá, Dilma cá.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: