Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

Eterno Aprendiz

Posted in Perfil by micheletavares on 11/06/2009
 Diante da correria da vida moderna, Rafael Júnior, percussionista sergipano, desdobra-se para dar conta do trabalho e exercer com excelência o papel de pai.
 
Por Bianca Silveira

 

Foto por Alejandro Zambrana

O músico em ação (Foto: Alejandro Zambrana)

 

Pai, músico, aluno e professor. Se desempenhar isoladamente cada uma dessas atividades já não é tarefa fácil, imagine ter que exercer uma paralelamente à outra e dentro de um ritmo diário acelerado. O responsável por essa façanha chama-se Rafael Júnior, o músico de 36 anos concilia família, os ensaios e apresentações de sete grupos artísticos, as aulas do curso de Música, os alunos de bateria e de um curso de extensão na Universidade e ainda o trabalho no Corpo de Bombeiros.

Sergipano natural de Aracaju, Rafael começou a estudar percussão e a tocar em bandas de rock aos 16 anos. Em 1992 ingressou no Conservatório de Música de Sergipe, onde estudou teoria musical, solfejo e prática de percussão erudita. O contato com a música erudita lhe propiciou, três anos mais tarde, a oportunidade de integrar a Orquestra Sinfônica de Sergipe, onde tocou por sete anos.

Para conseguir a primeira bateria, o músico trabalhou na loja do pai e fez um acordo com este: em troca dos salários, Rafael queria uma bateria e assim aconteceu. Chegou a cursar Administração, mas abandonou o curso no último período para viver de música. Hoje, está no quinto período do curso de Música Licenciatura da Universidade Federal de Sergipe e afirma que, apesar da vivência que já possuía como músico, a formação acadêmica é fundamental tanto para consolidar a base teórica quanto para ingressar no mercado de trabalho.

Os óculos de grau implicam certa seriedade ao semblante tranqüilo de quem vive de arte e surfa há mais de 22 anos. O franzir da testa e uns poucos fios de cabelo branco indicam as conseqüências de conviver com tantas responsabilidades e em um ritmo de vida azafamado. Ao longo dos seus dias, Rafael desdobra-se para dar conta de todas as aulas, ensaios e apresentações. Geralmente, suas manhãs são dedicadas às atividades que desempenha como 3° Sargento Músico e Chefe do naipe de Percussão do Corpo de Bombeiros. À tarde, freqüenta as aulas da Universidade e à noite, intercala os ensaios das bandas Snooze, Maria Scombona, A Fábrica, Silver Beatles, Joésia Ramos, Sulanca e Ferraro Trio com as aulas de bateria que ministra e os shows, que acontecem em sua maioria nos finais de semana.

Sorridente e modesto, Rafael afirma ainda ter muito que aprender e ressalta ‘o conhecimento é ilimitado e o aprendizado é eterno’. Por isso, sempre que tem oportunidade, o baterista procura participar de workshops e ter aulas com outros profissionais. Mas a vida corrida não lhe furta de executar a atividade que talvez lhe dê mais trabalho e prazer: ser pai. Os pequenos têm, além de um pai presente e amoroso, um professor particular de música e surf.

A música lhe proporcionou conhecer todo o Brasil, seja para estudar ou para tocar. Ao todo, Rafael já participou da gravação de 06 CDs, além de inúmeras gravações de fitas e CDs demo. Matérias sobre as bandas em que toca já foram publicadas nos jornais Folha de São Paulo, Estadão, O Globo e em revistas especializadas como a Rock Press e Bis. No momento, Rafael se prepara para uma turnê que fará com a banda Maria Scombona, a qual contemplará 15 cidades do estado de São Paulo.

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Rafael Jr. said, on 17/06/2009 at 1:13 am

    Bem legal!
    Gostei mesmo, hehehe…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: