Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

Alceu Valença e suas influências

Posted in Jornalismo, Perfil by micheletavares on 23/06/2009

Alceu Valença. Disponível em: www.olindaurgente.blogspot.com

Por Allana Rafaela

O dia 1 de julho de 1946   poderia ter sido mais um dia qualquer, mas não no agreste pernambucano, na cidade de São Bento do Una (na Fazenda Riachão). Para Décio e Adelma era um dia especial, nascia seu filho Alceu de Paiva Valença, este que anos mais tarde se tornaria para a música brasileira um grande cantor e compositor, para o Nordeste um sinônimo, além de receber de todas as classes e em todas as regiões do país admiração e carinho.

Autor de canções como: “La Belle de Jour”, “Morena Tropicana”, ”Anunciação”, “Como Dois Animais” e “Coração Bobo”. Desde cedo começou a se apresentar. Em 1950, (tendo então quatro ou cinco anos) ficou com o segundo lugar em um Concurso Infantil no Cine Teatro Rex de Capiba cantando “É Frevo Meu Bem”.  Daí em diante não parou mais. A partir de 1968 começa a participar de festivais de MPB em Recife e no Rio de Janeiro. Forma-se em Direito (1969), mas abandona a carreira de advogado para se dedicar à música.

Em 1979, faz apresentações na Escola de Artes Visuais (RJ) intitulada “Alceu Valença em noite de au revoir”, logo depois segue para uma temporada de shows na França, gravando informalmente em Paris o disco “Saudades de Pernambuco” (ainda permanece inédito no Brasil). Percorre cidades européias como Lyon (França), Nyon (Suíça) e o interior da Alemanha. Regressa ao Brasil e apresenta o show “O Cantador” no Teatro Ipanema (RJ).Discografia

Em 1980, lança o LP “Coração Bobo” que revela seu nome para o grande público no Brasil com a música de mesmo nome do disco, que “estourou” nas rádios do país. Mas é com o disco “Cavalo de Pau” que o sucesso é confirmado. Mais de 500 mil cópias em poucos meses, sendo o primeiro estouro de vendas em sua carreira.

Dono de uma voz incomparável, Alceu Valença em suas canções, mistura influências dos negros maracatus, cocos e repentes de viola, além de utilizar guitarra, baixo elétrico e mais tarde o sintetizador eletrônico em suas canções, dando vida nova aos ritmos regionais, como o baião, coco, toada, maracatu, frevo, caboclinhos e embolada e repentes cantados com bases rock’n’roll.

Alceu é um artista simples, em seus shows utiliza roupas leves, quase sem adereços (exceto o chapéu que já é marca registrada), interage e alegra o público que responde às brincadeiras, canta, dança, se diverte e quando se despede deixa a platéia emocionada e pedindo “bis”. Porém, diferente de muitos artistas, ele é engajado, se preocupa com questões ambientais e culturais. Em entrevista para o jornal O Estado de Mato Grosso do Sul em dezembro de 2007 ele se diz preocupado com o meio ambiente, e cita o disco “Espelho Cristalino” (1977) que “foi inspirado nos rios que não corriam mais por causa da seca. Me preocupo muito com isto ainda.”  . E cita a música ‘Papagaio do Futuro’, que foi “criada por causa da crise no petróleo na época”.

Quanto à parte cultural ele critica certas bandas de forró “porque fazem um forró que não é forró. São estas bandas que misturam um nome com outro, como ‘alhos com bugalhos’ entende?”, analisa sobre as modas que aparecem diariamente na mídia. “ficam querendo vender que a moda é ser ‘emo’, ser triste. Eu acho que deveriam aproveitar e se suicidarem todos. Porque no Brasil tem que ser o contrário. Ter alegria e cumplicidade. Isto sim é a música brasileira.” E finaliza fazendo comparações entre bandas: ”Hoje comparam a banda Calypso com a Nação Zumbi, que é muito melhor e uma das maiores bandas de rock do Brasil. Mas no nosso país o que é bom tem que ser imitação”

Visite http://allanandrade.blogspot.com/2009/06/o-motorista-do-taxi-lunar.html e saiba como foi o show de Alceu Valença em Aracaju no último dia 20.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: