Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

Orla de Aracaju, sedução e feiura

Posted in Fotojornalismo by micheletavares on 28/10/2009

FOTOJORNALISMO

Por Gauthier Berthélémy

Para o Estado sergipano, sua capital, Aracaju, deve ser uma atração para todos os turistas não só de Sergipe, como do Brasil e do mundo. Com certeza, a Orla e a Passarela do Caranguejo são dois dos maiores atrativos da capital sergipana. No entanto, a pequena Aracaju, para competir com capitais como Recife/PE e  Salvador/BA, parece ter trabalho.

Um resumo da Orla, entre água de coco do Paraíso e ruínas. #1

Um resumo da Orla, entre água de coco do Paraíso e ruínas.

No editorial do « Correio de Sergipe » do dia 20 de Outubro de 2009, o jornalista mostrou aos leitores que Aracaju, para ter um lugar privilegiado no mundo turístico brasileiro, necessita ter os meios para atingir esse objetivo, sendo necessário em primeiro lugar, transformar o que parece ser “uma cidade em guerra” com algo como Mônaco. Esse exagero tem o mérito de mostrar a todos que as autoridades não devem parar os esforços e fazer mais para que isso não seja um dos destinos do Brasil.

A lagoa na Orla, lugar onde as familias passeam.#2

A lagoa na Orla, lugar onde as familias passeam.

É claro que as autoridades sergipanas já fizeram uma boa parte do trabalho. Com efeito, a Orla é um lugar privilegiado dos turistas que passeiam em Aracaju, com um número impressionante de atividades a serem realizadas como: Kart, área de jogos para as crianças, área de esporte, caminhos de passeio, oceanário, etc. É também um lugar povoado por numerosos restaurantes com pessoas educadas, sorridentes e sofisticadas, com preços elevados, porém é possível encontrar locais com preços mais acessíveis, satisfazendo todas as classes. A Orla acolhe inúmeras pousadas e hotéis com um « standing » que não ficam atrás se comparados aos das maiores cidades brasileiras e mesmo européias.

O Radisson Hotel, prova da introdução da Orla na competição turística. #3

O Radisson Hotel, prova da introdução da Orla na competição turística.

Durante noite, a passarela do Caranguejo é ponto de encontro para encontros e festas nos bares à margem direita da estrada. Neste momento do dia, não tem só o “povo bonito” da capital sergipana. Com efeito, as ruas perpendiculares despejam na Orla o fluxo de miséria com as prostitutas e as crianças vendedoras. Evidentemente, como em qualquer cidade turística, Aracaju não escapou à terrível regra da aparição do turismo sexual e da prostituição. Na praia, cidadãos de todas as idades se esforçam para vender comidas, doces ou sorvetes aos turistas e sergipanos que não prestam atenção à presença deles.

Trabalhadores de todas as idades vendem comidas e lembrancinhas.

Trabalhadores de todas as idades vendem comidas e lembrancinhas.

Ao lado dos novos prédios que devem acolher os turistas, outros em ruínas ou inacabados oferecem um espetáculo de desolação. Vista essa que reforça a imagem de cidade em guerra usada pelo jornalista do « Correio de Sergipe ». Mas, podemos ver que a Orla está se transformando. Com efeito, podemos encontrar obras em alguns lugares, um prédio ou uma praça de eventos em construção. Prova que as autoridades responsáveis pelo turismo em Aracaju estão fazendo de tudo para transformar a capital sergipana em um ambiente turístico atrativo.

Lugares incabados na Orla.

Lugares incabados na Orla.



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: