Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

ENCLAUSURADA E SEGREGADA

Posted in Esporte by micheletavares on 06/11/2009

Por Lucas Peixoto

“Podem ter certeza que a seleção que disputará a Copa no ano que vem será a mais fechada da história do nosso futebol. A imprensa terá muito menos liberdade para trabalhar. E não tem nada a ver com a África do Sul. Em Weggis, a liberdade foi total e todo mundo reclamou da bagunça. Então vamos fazer diferente desta vez”.

Foi com essa declaração que o Presidente da CBF Ricardo Teixeira deixou atônito toda a imprensa e a torcida sobre a disponibilidade de cobertura de notícias para a Copa do Mundo de 2010, que será realizada na África. O motivo: a excessiva liberdade dos meios de comunicação durante a preparação do Brasil em Weggis, na Suíça, para a Copa ocorrida em 2006, na Alemanha. Segundo o Presidente, esses fatos prejudicaram o rendimento brasileiro dentro de campo durante toda a Copa, e principalmente a partida contra a França nas quartas-de-final.

Mas o torcedor sabe que fatores técnicos e táticos também contribuíram para o péssimo rendimento da seleção Canarinho na Alemanha. O próprio Treinador Carlos Alberto Parreira afirmava à época que o Brasil jogava com 4 atacantes, sendo Kaká e Ronaldinho Gaúcho como meio-campistas. A conseqüência disso foi um time forte ofensivamente, porém desentrosado. O setor defensivo contava apenas com 2 zagueiros fixos, Lúcio e Juan, além de Emerson como volante, que fazia às vezes a função de terceiro defensor para equilibrar os avanços dos laterais Cafu e Roberto Carlos. Zé Roberto ficava fora do chamado ‘Quarteto Fantástico’, composto por Kaká, Ronaldinho, Ronaldo e Adriano. No papel, era um time de craques, mas sem vontade de vencer.

A voz do povo

Em seus 7 anos trabalhando como porteiro no Condomínio Vênus, Cícero Farias, 32 anos, sempre assistiu aos jogos pela TV coletiva de 14 polegadas ao lado dos seus amigos de trabalho, com sistema de televisão fechada, em que todos os funcionários dividem os gastos para poderem usufruir de canais como Sportv e Espn. Atualizado sobre as declarações do Presidente da CBF e das expectativas para a Copa na África, o trabalhador concedeu esta entrevista.

Com um pouco de receio em conversar, Cícero Farias afirmava com grande humildade que não entendia muito sobre futebol. Apenas pura ilusão. Enquanto encontrava-se em sua pequena guarita, observando as câmeras e o tráfego do condomínio, Cícero Farias respondia às perguntas de forma leve e consciente.

Lucas Peixoto – O senhor acha que o maior erro da seleção brasileira na copa do mundo em 2006 foi conseqüência da pressão exercida pela imprensa e torcida sobre o elenco?

Cícero Farias – Eu acho que a pressão da torcida e imprensa atrapalha, pois o jogador fica sobrecarregado emocionalmente, sentindo-se cobrado. Mas por outro lado, a torcida pode ajudar se ela for compreensiva e não atrapalhar. Se ela apoiar o time nos treinos de forma saudável, isso pode ajudar dentro de campo.

LP – Mas muitos dizem que o Brasil jogou mal tecnicamente, principalmente contra a França. Além da pressão da imprensa e torcida, faltou algo mais àquela seleção?

CF – Faltou força de vontade e mais futebol ao Brasil, mesmo com um time de craques como Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo, Adriano e Kaká.

Quando perguntado sobre os possíveis favoritos à conquista da Copa 2010, o jovem Cícero parou por alguns segundos enquanto pensava em uma resposta. Foi quando apontou Itália e Alemanha. “Se tivesse que escolher uma terceira equipe, colocaria na disputa o Brasil”, afirmou Farias.

Quando perguntei sobre deixar a Espanha, atual campeã da Eurocopa 2008 sobre a Alemanha, fora da disputa, o porteiro objetou-se: “Mas foi só naquele momento. Para mim, as seleções pequenas podem surpreender ano que vem e tirar o título dos times tradicionais. Já estão mostrando sua força nas Eliminatórias Européias e podem dar muito trabalho às grandes seleções”.

Análise tática: O Brasil de 2010


Imagem criada por Lucas PeixotoMesmo sabendo que o Futebol muda constantemente e que certamente a seleção brasileira poderá sofrer mudanças no time titular até 2010, farei uma análise tática do provável time de base do Brasil.

Se levar em consideração os jogadores utilizados e seus rendimentos, não há muitas surpresas. Gilberto Silva se mantém como volante ao lado de Felipe Melo. O ataque está praticamente fechado com Luis Fabiano e Robinho. Kaká é intocável. Lúcio e Juan idem. André Santos disputa vaga na lateral esquerda. Maicon e Daniel Alves brigam pelo lado direito.

O time do Brasil joga teoricamente com 3 volantes. Mas Dunga concede uma função peculiar à Elano, ex-Santos. O jogador irá se posicionar pela ponta direita nos avanços da seleção, como fez com o Peixe em 2002. Felipe Melo será o segundo volante, responsável pela ligação entre a defesa e o meio campo. Por isso, o toque de bola deve ser com qualidade.

Os zagueiros terão que ter cuidado com os avanços dos laterais. Geralmente, quando um time joga no 4-4-2, como é o caso da seleção, os laterais devem revezar nas subidas ao ataque. Porém a modernidade do futebol permite que os dois laterais subam paralelamente enquanto um volante faz o terceiro zagueiro, que nesse caso seria o experiente Gilberto Silva. Dessa forma, nos avanços, o Brasil atuaria no 3-5-2.

Do meio campo para frente, Kaká será o cérebro do time. Um craque que possui inteligência para controlar o jogo e força para dar suas maravilhosas arrancadas (contra Argentina, por exemplo). A ligação com o ataque certamente dispensa comentários.

No meio ofensivo, Robinho será o famoso atacante que se movimenta bastante. O lado esquerdo poderá ser o lado mais freqüentado pelo jogador do Manchester City, já que Elano, em alguns momentos atuará, como dito antes, pelo lado direito.

O atacante fixo será o intocável Luis Fabiano, apelidado de ‘O fabuloso’. Às vezes fará o pivô para os chutes longos e fortes de Kaká ou Felipe Melo, em raras exceções.

Por falar em intocável, Júlio César será o goleiro titular ano que vem, a não ser que aconteça algo fora do comum. O arqueiro, ex-Flamengo, trás bastante segurança à zaga brasileira.

A seleção tem um time que joga simples, entrosado taticamente e com jogadores técnicos, o que faz o Brasil ter um time bem estruturado em seu elenco. As chances de um hexa campeonato existem, mas os Canarinhos terão que disputar com grandes seleções, como Alemanha, França, Argentina e Espanha, que possui um time promissor com jovens talentos como Cesc Fábregas e Silva.

4 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Juacy júnior said, on 10/11/2009 at 6:47 pm

    Confesso que nõ entendi a relevância das fontes nessa matéria… Cícero Farias é algum especialista no assunto? As perguntas feitas sõ d um grau de dificuldade que nem mesmo os comentaristas profissionais sabem responder ao certo. Sobre a analise tecnica, se nem mesmo a convocação par Copa foi feita, como é possivel já escalar o time titular? As afirmações feitas, não possuem um respaldo para serem publicadas. São boas previsões para um vidente ou será que o reporter tem fontes ligadas a Dunga?

  2. Lucas Peixoto said, on 11/11/2009 at 2:38 am

    Caro Juacy Júnior

    Cícero Farias é um porteiro, como dito na matéria. Além disso, o título é sugestivo: ‘A voz do povo’. Cícero é um rapaz que sempre acompanha o mundo esportivo e anda sempre atualizado. Fiquei surpreso por ele ser tão bem informado. O motivo é que ele assina a NET e a divide com funcionários do próprio condominio onde trabalha. Essa é a justificativa para a sua escolha, além de outras, como por exemplo, expor à sociedade que não precisa ser Jornalista especialidado em esporte para se discutir futebol. Na verdade, tudo isso está dito na matéria.

    A análise tática, é um procedimento utilizado para supor o provável time base do Brasil em 2010. Como o futebol possui surpresas, pode ser que esse não seja o time (e creio que não será). E a pesquisa foi feita. Todos os jogadores que encontram-se escalados foram os que mais jogaram pela seleção da era Dunga. É só pesquisar os do Brasil durante este ano. A análise tática, como dito, novamente, na matéria, é o ponto de vista enquanto Jornalista(ou estudante de jornalismo) sobre o provável time da seleçao. Especula-se também no esporte. Ensaia-se também.

    • Juacy Júnior said, on 11/11/2009 at 10:45 pm

      Prezado Cicero…

      Acho que fiz críticas um pouco exageradas em relação a sua matéria. Não é que eu ache o texto ruim, pelo contrário está muito bom, mas quando se escreve deve-se pensar em quem vai ler (muito complicado isso), aquela entrevista publicada a meu ver não é importante e não me sinto atraido a ler (mesmo gostando muito de futebol), o Cicero (nada contra ele, nem o conheço) não é especialista, nem mesmo conhecido do público leitor. Mesmo se tratando a voz do povo poderia ter dado outro viez a matéria, talvez com pesquisas ou diferentes opiniões. Em relação a análise tática, novamente acho muito cedo para tentar definir um time titular, nem mesmo Dunga sabe ao certo. Voce poderia ter mostrado como a seleção fez seus últimos jogos, ou como vem jogando e assim supor que deve jogar da mesma forma. Sua matéria é bastante opinativa, ótima para discursões de fim de semana. Por exemplo a meu ver ao que Robinho não sera titular (perde a vaga para Nilmar), Daniel Alves começa jogando, Juan devidos as condições físicas hj não estaria na Copa (acho complicado Dunga levar alguem em recuperação).
      De qualquer forma quero me desculpa se fui arrogante nos comentários, é por q tratar de futebol exige cautela (e um assunto polêmico).

  3. Lucas Peixoto said, on 12/11/2009 at 3:18 am

    Pode ficar tranquilo. As críticas devem ser feitas. Isso é normal. Jornalista(ou estudante) deve estar preparado à criticas e elogios.

    Pois é, o futebol exige cautela. Meu objetivo geral foi mesmo gerar a discussão nos ‘botecos’ afora. Essa seriam as pessoas.Futebol é isso. É bate-boca saudável, é conversa entre amigos. Todos entendem de futebol, mas poucos conseguem levar para o jornalismo em sua essência.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: