Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

REALITY SHOW

Posted in Comportamento, Crítica, Cultura, Opinião by micheletavares on 05/02/2010

O show da vida real?

 

Por Larissa Regina 

Na última década, um novo termo vem ganhando visibilidade no cenário nacional. O termo reality show, que traduzido ao pé da letra significa: show da realidade. Mas não é de hoje que esse tipo de programa vem conquistando as massas. Desde a década de 70 nos Estados Unidos, um programa que retratava a realidade de uma família em processo de divórcio, paralelamente a descoberta da homossexualidade do filho ganhou grande destaque, transformando-se em fenômeno nacional copiado por muitos países da Europa. Porém o que atrai uma pessoa ou uma família a se submeter a tanta exposição? Serão os prêmios ou o atrativo é a própria exposição? Não hácomo negar que todos querem seus quinze minutos de fama. Mas depois disso o que fica?

Milhares de pessoas inscrevem-se para participar de programas deste gênero, passam por vários testes de seleção, participam de maratonas cansativas, enfrentam longas filas. E para quê? Para ficarem expostos como roupas em uma vitrine de uma loja cara, onde os “mortais” nunca poderão comprar, ou melhor, entrar.

Jurados do programa "Astros", exibido pelo SBT

Emissoras televisivas produzem reality shows, pois são programas baratos proporcionalmente ao retorno concedido, retorno este, que será novamente reinvestido para encher a programação de eventos fantasiosos e inalcançáveis para a maioria da população mundial, uns porque não se encaixam no perfil psicológico do programa e outros, principalmente, por não se encaixarem no perfil estético.

Participantes do BBB10 no "castigo do monstro".

Alguns projetos como: American Idol (versão americana do programa Ìdolos, exibido pela rede Record), Fama, Qual é o seu talento? e O aprendiz, mascaram-se atrás de uma falsa proposta de “realizações de sonhos” através do talento dos candidatos participantes. O que é uma realidade inexistente, já que esses mesmos programas expõem, por diversas vezes, seus candidatos ao ridículo e a humilhações que variam de acordo com o humor dos jurados que, geralmente, são figuras que incorporam personagens e se sentem acima do bem e do mal. Já outros programas como Big Brother Brasil, Solitários, A Fazenda, Troca de Família, entre outros, não escondem sua verdadeira intenção: colocar um grupo de indivíduos desconhecidos entre si e de personalidades diferentes em um local fechado, sem interferência externa, sujeitos a situações embaraçosas e por muitas vezes conflitantes.

Provas do reality show "A Fazenda".

Por muitas vezes procuramos culpados para essa realidade tão marcante em nosso cotidiano, porém se observarmos bem esse ciclo vicioso, veremos que o mais engraçado é que ao mesmo tempo em que criticamos, compactuamos diretamente com essa situação, pois somos telespectadores embora não admitamos, somos consumidores deste tipo de produto. Afinal, todos nós não só queremos como gostamos de dar aquela espiadinha.     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: