Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

Uma forma alternativa de tratar os nossos problemas

Posted in Saúde by micheletavares on 07/12/2010

A Naturóloga Tamara Canavarro explica como surgiu a prática naturológica, suas características e formas de tratamento.

Por: Alanna Molina

foto disponibilizada pela naturóloga Tamara Canavarro

A crescente busca contemporânea por tratamentos de patologias através de formas alternativas constitui um caminho possível para cura que não seja o da Medicina Tradicional, que utiliza medicamentos e drogas. É baseada nisso que a Naturologia, ou popularmente conhecida como Medicina Alternativa, tem tido uma maior procura juntamente aos seus métodos naturais, como a massoterapia, meditação, essências florais e musicoterapia, aliados a um suporte por parte dos profissionais, sobretudo emocional. O fundamento base dessa nova maneira de tratar os interagentes ou pacientes é a busca pela relação harmônica entre o ser humano e suas emoções com o universo. Porém, ainda não existe uma total aceitação da prática pela comunidade científica tradicional. Em Sergipe, essa área ainda não é tão comum e difundida, mas aos poucos vai conquistando também o seu espaço. É em relação à prática naturológica e como ela é utilizada que a Naturóloga Tamara Canavarro expõe seus fundamentos e características.

 

O que é a Naturologia ou Medicina Natural e a que ela se propõe?

Primeiramente, a Naturologia não gosta de ser definida como Medicina Natural. Claro que ela tem semelhanças com a Medicina no sentido de tratar a pessoa, que é “o curar”, só que não pelo lado da Medicina Ocidental, que conhecemos hoje em dia. No caso, o “natural”, de que a palavra “naturologia” se deriva, ocorre porque é através da natureza que se trata as pessoas, através das terapias que a naturologia trabalha. Ela se propõe a tratar as pessoas pelo lado energético, pois é através das energias, vistas pelas emoções, que surgem todos os problemas e doenças.

Onde e como teve se originou a Naturologia?

Toda a base do curso se passa no Oriente. Estudamos muito as medicinas indiana e principalmente a chinesa, que é até mais conhecida. Tudo se originou milenarmente, já fazem milhares de anos desde que os primeiros povos trouxeram as idéias das terapias. Porém, o curso aqui no Brasil existe há média de 12 anos, originado na UNISUL.

Existe alguma aproximação entre algumas práticas da Naturologia, como a meditação, com religiosidade ou misticismo?

Não. Apesar de a maioria das pessoas que fazem Naturologia terem uma visão espiritual, isso advém de cada um. O curso não prega nenhuma religião, ao contrário, atende a todas as formas de religião.

Pode-se definir um perfil das pessoas que procuram esse tipo de tratamento?

Sim. Geralmente, as pessoas que procuram já leram ou conheceram a naturologia antes. Dificilmente vem alguém que não conhece nada a respeito somente para experimentar algum tratamento.

Em sua opinião, à que é atribuído uma maior procura pelos tratamentos naturológicos no Brasil nos últimos anos?

Bom, talvez porque as pessoas vejam que existem problemas que a medicina ocidental não dá conta. Além disso, eu acredito que está havendo uma sensibilização maior do humano. Às vezes a pessoa percebe, por exemplo, que uma tristeza que ela sente está além do problema que ela possui, ou a maneira como isso está sendo tratado não está sendo feito de forma correta ou não está sendo eficaz, e é a partir daí que surge o naturólogo.

Em Sergipe, existe espaço para esse tipo de trabalho?

Sim. Na verdade, aqui em Sergipe é bem recente o surgimento do tratamento natural, mas existe bastante espaço e muitos campos abertos. Quanto mais o tratamento é conhecido, como massoterapia e acupuntura, mais a procura aumenta. O pessoal da fisioterapia também procura muito tratamentos alternativos.

Os cursos de graduação de Naturologia se concentram nas regiões Sul e Sudeste. Existe alguma explicação para isso?

Acho que é porque nesses lugares as pessoas têm mais dinheiro e são mais ousadas. É necessária uma boa estrutura para comportar o curso, que é relativamente caro e tem duração de sete anos e meio. Então é necessário que haja uma pessoa que realmente queira investir e que acredite nisso. Em minha opinião, as regiões Norte e Nordeste têm um pouco de receio de investir nessa área por fatores como a falta de procura e de informação da população.

Quando surgiu o seu interesse por essa área e por quê?

Quando fui fazer vestibular, eu queria um curso que tratasse das pessoas, só que de uma forma diferente. A minha primeira idéia foi fazer Psicologia, mas ao olhar um guia de cursos das universidades do país, vi que tinha o curso de Naturologia no Sul, então fui para lá cursá-lo.

Existe um perfil de pessoas que procuram a graduação de Naturologia?

Sim. Há sempre um pessoal mais “natureba”, ou hippie, existe bastante. Mas apesar disso, quem mais se destaca não são eles em sua maioria, são as pessoas que estudam e se dedicam mesmo.

A Naturologia atua de forma independente da Medicina Tradicional?

Não. Existem alguns problemas que não cabem à Naturologia tratar de forma eficaz, então pode haver uma indicação a outros profissionais mais especializados. Mas existem processos que podem se complementar, como a análise da alimentação pela Nutrição e a Naturologia.

Qual o tratamento mais procurado pelas pessoas que recorrem à Naturologia e existe alguma explicação para essa maior procura?

Massagem. (risos) Acho que é porque hoje em dia o homem está perdendo o contato com outras pessoas, o toque. E é justamente disso que as pessoas estão precisando, de atenção, de carinho. Mas camuflado nisso, geralmente as pessoas vêm com o intuito de relaxar ou por alguma queixa de dor.

O tratamento através da Naturologia está mais associado a problemas emocionais ou psicomáticos ou também podem ser utilizados no tratamento de doenças?

Podem sim, com certeza. Qualquer problema pode ter início e estar ligado às emoções das pessoas. Então eu tenho que ver além do problema externo e analisar o que leva a pessoa a ter aquele tipo de problema. Eu acredito que problemas psicológicos levam a problemas físicos.

Naturóloga Tamara Canavarro (foto: Alanna Molina)

Existe algum preconceito da prática profissional da Naturologia por parte da comunidade científica da Medicina Tradicional ou Ocidental?

Sim, existe bastante. Mas não é bem preconceito. A Medicina Ocidental questiona como é possível acreditar numa atividade em que muitos dos processos não são possíveis comprovar. Existem terapias que não tem como comprovar ainda, a exemplo de florais, que são extratos de essências de flores que tratam apenas de emoções, que apesar de terem efeito nas pessoas não é possível comprovarem a partir de máquinas. Ao mesmo tempo em que a cromoterapia, com luzes, é possível ser comprovada através do estudo de emissão de luz. Mas muitos dos tratamentos que lidam com a parte energética do corpo não são bem aceitos pela ciência, mesmo se mostrados por máquinas, como por exemplo, a Foto-Kirlian em que uma máquina tira fotos das mãos e dos pés de uma pessoa, e é possível ver pelas fotos o campo energético em volta desses membros, em que quanto mais escuro o campo for mais a pessoa está intoxicada. Não sei se os médicos se sentem ameaçados, mas não queremos substituir o lugar deles. São áreas diferentes.

É possível a cura de doenças graves, como o câncer, através da Naturologia, ou está apenas associada com a manutenção, preservação e bem-estar?

O câncer, nós não podemos tratar aqui, a não ser que já esteja certo que a pessoa irá morrer e, no caso, ela queira morrer da melhor forma. Quando você faz qualquer tipo de terapia, você meche na circulação da pessoa, então o câncer estará sendo conduzido a uma metástase. Pelo fato de já se estar mexendo na circulação, para o câncer se espalhar será mais fácil. A não ser, repito, que a pessoa já esteja condenada pela doença e queria tratar por sua vontade. Mas não nos focamos nas doenças. A Naturologia procura tratar o doente, e não a doença. Tentamos analisar o que gerou a doença a partir da vida do doente. Na medicina chinesa, cada órgão representa uma emoção, por exemplo, o pulmão significa tristeza. Então, se uma pessoa tem problemas no pulmão, vamos investigar a tristeza na vida dele, como ele foi criado, como cresceu etc. A idéia da Naturologia é na prevenção, mas é muito difícil alguém procurar um naturólogo na idéia de prevenção.

Crianças também podem procurar a Naturologia, ou existe alguma restrição?

Podem. Podem tudo. As crianças e os idosos são quem mais respondem bem, a terapia é muito mais rápida. Costumamos dizer que é porque eles são menos travados, tem menos problemas, são mais abertos. Em relação à energia também, é o que tem de melhor.

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Sóstina said, on 07/12/2010 at 6:04 pm

    Adorei sua entrevista
    Bastante clara e rica de conhecimento🙂

  2. Ana Carolina said, on 08/12/2010 at 12:33 am

    Gostei, parabéns😀

  3. Tamara Canavarro said, on 17/12/2010 at 10:19 am

    Adorei a publicação!! Bem clara Alanna. Só corrigindo, o curso tem duração de quatro anos e meio. Sucesso!! Tamara.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: