Técnica de Produção, Reportagem e Redação Jornalística

Adolescentes, o futuro econômico do nosso país

Posted in Uncategorized by micheletavares on 14/12/2010

Apesar da importância do consumo dos jovens para a economia de um país, é preciso responsabilidade e interesse pela economia destes que representam o futuro de uma nação.

Por. Jabson Silva de Souza

A adolescência é uma das mais importantes fazes da vida, é o momento em que o ser humano está em transição. Para a formação desses novos

Sara Rodrigues 10/12/2010

adultos é de suma importância a consciência econômica. Na tentativa de esclarecer um pouco desses jovens consumidores entrevisto no conforto de sua residência a gestora financeira Sara Rodrigues dos Anjos, uma profissional bem sucedida que almeja, em um futuro próximo, abrir sua própria financeira.

Repórter: Ter um adolescente em casa pode influenciar a economia de uma família? De que forma?

Sara: Pode sim. Os adolescentes querem sempre estar na moda, são consumistas. Gostam de roupas, perfumes, calçados, etc. E para seguir a moda e ter um bom visual, sabemos que custa caro, e isso com certeza influencia nas contas de casa sim.

Repórter: O quão importante são os consumos dos jovens para a economia nacional?

Sara: São de suma importância. Hoje em dia as influências da sociedade moderna afeta nossa adolescência, pois desejam roupas de grife, calçados…  E com isso o mercado lucra. O que seria do mercado teen se não fossem os jovens? Não existiria.

Repórter: A industrial cultural se aproveita da vaidade dos jovens para ganhar dinheiro fácil? De que forma isso ocorre?

Sara: No preço abusivo dos bens de consumo. Um adolescente se questionado sobre o valor alto de um objeto desejado por ele, a resposta é automática, custa caro porque é bom, e não é bem assim, sabemos que poderia ter um custo mais acessível., porém a vaidade dos jovens acaba pagando a marca também.

Repórter: É correto os pais darem mesada aos seus filhos?

Sara: Em minha opinião sim. Desde que os pais saibam educar seus filhos e os oriente na administração do valor que recebem, para que não utilizem apenas com futilidades, ou seja, que gastem com o necessário.

Repórter: Existe uma idade adequada para esse método ser introduzido?

Sara: Penso que sim.  A partir dos 10 anos, apesar de estudos psicológicos dizerem que o inicio da adolescência é a partir dos 12 anos acredito que é uma boa idade,  fase para começar a adquirir responsabilidades, tais como saber onde gastar o dinheiro que recebem dos pais. Tenho um irmão adolescente ele recebe sua mesada desde os 10 anos, com essa grana ele costuma comprar coisas que gosta, como cuidar da manutenção de sua bicicleta.

Repórter: Existe uma idade correta para apresentar o ‘capital’ a um filho?

Sara: Uma idade padrão penso que não, isso vai depender da maturidade de cada um, há adolescentes imaturos em relação a crianças, quanto há crianças maduras se comparados aos adolescentes. Tenho um exemplo disso dentro de casa a filha de minha amiga que divido apartamento, tem 10 anos e já sabe administrar muito bem a mesada que recebe da mãe, não gasta com doces, coisas que crianças gostam, tem sempre uma “graninha”, para comprar seus mimos de escola como canetas, cadernos, etc. E tem sempre uma reserva para um eventual passeio.

Repórter: Sabe-se que o diálogo entre pais e filhos é fundamental para a formação de um indivíduo. Deve-se discutir economia entre as conversas familiares? Por quê? 

Sara: Com certeza sim. Desde pequenos devemos ter consciência do custo de se viver, saber o valor de tudo que consumimos, ter ciência de que manter uma família custa caro e requer esforço e que para isso todos devem contribuir.

Repórter: Com as compras de fim de ano se aproximando, quais cuidados que se deve ter para não gastar além do que se pode?

Sara: Verificar ao comprar o que realmente é útil. E comprar o que realmente for útil. Pesquisar e pechinchar bastante o preço das mercadorias e não sair comprando tudo que vier pela frente.

 

Repórter: Os filhos devem ter direito a um décimo terceiro?

Sara: E por que não? Penso que sim, afinal, todo fim de ano todos queremos presentear.

Repórter: Com o acesso a internet, os jovens têm uma noção melhor do poder de compra?

Sara: Acredito que sim. Na internet temos o mundo sem sair de casa. Somos livres para pesquisar preços em vários sites e até fazer comparações. Sem falar nas malas diretas ofertas recebidas no email, muitas vezes estamos pensando em comprar algo, mas, sem tempo e ao abrir sua caixa de entrada olha o produto sendo ofertado.

Repórter: Quais as principais conseqüências para uma família que não impões limites econômicos a seu filho adolescente?

Sara: Ter um adulto consumista e sem consciência do valor dos bens de consumo, terá em casa alguém que deseja consumir acima de tudo, sem pensar em valores e condições.

Repórter: Você acha que os jovens entendem de economia?

Sara: Não muito. Mas um pouco, cada um em sua concepção.

Repórter: Tão importante quanto uma educação assistemática (familiar) temos a sistemática. Você acredita que as escolas trabalham bem a questão da economia com os adolescentes?

Sara: Sinceramente não. As escolas pecam em não inserir em suas grades curriculares, uma matéria onde os jovens possam participar ativamente da economia, a começar dentro de sua própria casa, tendo consciência do custo que temos em manter uma família.

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. micheletavares said, on 14/12/2010 at 1:38 pm

    Ótima pergunta: “os filhos devem ter direito a um 13º?” (kkkkk) – A resposta ainda foi mais precisa: família é um aprimoramento capitalista, agora mais confirmado do que nunca!

    WPC>

  2. Wesley PC> said, on 14/12/2010 at 1:41 pm

    Êtcha, fiz o comentário com a senha errada! Quem comentou aí em cima foi o Wesley, viu, Jabson? Só explicando (risos)

    WPC>


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: